Acusados de tráfico são presos pela Força Tática com 15kg de maconha

Além do entorpecente, a polícia apreendeu um carro, dinheiro e aparelhos de celulares.

 

Depósito de entorpecentes é encontrado entre Porto São José a Batayporã pela equipe da Força Tática de nova Andradina. Três pessoas suspeitas de tráfico foram presas pela Polícia Militar, através da equipe da Força Tática, sendo que um tem 44 anos, outro de 53 e 59, respectivamente. Um dos suspeitos, chegou a disputar as duas últimas eleições como candidato a vereador em Nova Andradina.

O flagrante, conforme informação do boletim de ocorrência aconteceu na noite desta quarta-feira, quando os três foram surpreendidos em um Fiat Palio próximo a entrada da Fazenda Primavera, distante de Batayporã, aproximadamente 50 quilômetros.

Segundo consta na ocorrência, 15 quilos de entorpecente aparentando ser maconha foi encontrado e um saco com 21 tabletes, onde os suspeitos foram abordados.

Os suspeitos foram levados até a Delegacia de Polícia de Batayporã, ficando a disposição do Poder Judiciário.

Como foi a operação da Força Tática

De acordo com o apurado pelo site, os policiais receberam a informação através de uma denuncia anônima. A princípio o denunciante suspeitava-se que no saco poderia ter algum corpo, devido o volume.

Após receber a denuncia, os policiais foram até o local indicado e encontraram o saco com o entorpecente, mas como não encontrou ninguém, foi feito campana no local e por volta das 21horas, os três suspeitos chegaram de carro e foram até o ‘depósito’, quando foram surpreendidos pelos policiais e diante de depoimentos diferenciados, todos foram presos.

Segundo a versão da Força Tática, todos os três têm passagens pela policia, acusados de tráfico de entorpecentes, sendo que um deles já foi investigado e preso pela policia civil de Nova Andradina pelo mesmo crime.

Conforme foi apurado, a MS-134, trecho não pavimentado que liga Batayporã ao estado do Paraná esta sendo utilizado como rota para o tráfico, inclusive apreensões de entorpecentes já foram feitas naquela região pela PMA (Polícia Militar Ambiental) de Batayporã.

Comentários

comentários

Link curto:

Você precisa estar conectado para comentar a notícia Conectar